domingo, 23 de janeiro de 2011

CADA UM NO SEU...

(Por Diego El Khouri)

Fácil faço falo
não te satisfaço
sócio fóssil dócil
sou escravo do ócio
torto torta todo
deus é a mácula do povo
fato talo tarado
minha mão tem pelo no saco
cato calo me acabo
o medo meu grande pecado
pato safo calado
cada um no seu quadrado
no seu quadrado
no seu quadrado
cada um no seu quadrado
cada um no seu quadrado.

4 comentários:

  1. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  2. Um jogo de palavras; mosaico de letras. Muito sensual!

    ResponderExcluir
  3. Agora tapou a boca de um monte de críticos!!!!!!

    ResponderExcluir